Comandante da PM visita futura sede do DPO em Carapebus

por Tania Maria Garabini publicado 07/11/2019 17h17, última modificação 07/11/2019 17h17
Vereadores apresentam opções para ampliar segurança no município

A sede da Emater localizada no Centro da cidade recebeu visita técnica da comitiva composta pelo comando do 32 º Batalhão da Polícia Militar e vereadores locais. O prédio está sendo estudado para sediar o DPO de Carapebus devido sua posição estratégica, já que sua área circunvizinha abrange o setor bancário e comercial da cidade. Os oficiais da PM foram liderados como comandante do 32 º Batalhão, coronel André Henrique de Oliveira Silva. Ele veio à Carapebus a convite do presidente da Câmara Anselmo Prata.

A proposta de troca de sede do DPO para uma localização central foi aprovada em indicação apresentada pelos vereadores Anselmo Prata, Deuty, Marcelo Borginho, Marquinho Pacato, Maicon Pimentel e Wagner Melo. Na manhã deste dia, o comandante André Henrique e oficiais estiveram visitando a sede da Câmara onde foram recebidos pelo presidente da Casa e demais vereadores. Após conhecer a reforma que está sendo feita no prédio, a comitiva foi até a sede da Emater e posteriormente ao velho prédio do DPO.

Falando sobre sua visita, comandante PM Henrique explicou que durante sua estada foi verificado locais para essa mudança. “Visitamos locais que irão receber a nova sede do DPO, que será no Centro porque iremos ganhar na ostensividade. Será bom para os lojistas, para a área bancária. Será um ganho para a população e uma acomodação mais digna para os policiais em serviço”.

Parceria com o município

Durante sua visita ao DPO, o comandante vistoria a obra que está sendo feita no local e também os dois novos veículos que foram encaminhados para atender Carapebus, viaturas modelo Corolla colocados no lugar de dois velhos automóveis que mal davam para atender ocorrências próximas. “Toda frota do 32º Batalhão foi renovada e Carapebus mereceu esse novo veículo”.

Falando de ações integradas coronel Henrique lembrou junto com Borjão, comandante da Guarda Municipal local que agentes fizeram cursos sobre a Patrulha Maria da Penha e de Contato Ostensivo. O comando encaminhou quatro profissionais para esses cursos com objetivo de servirem como multiplicadores de ações pela corporação.