Semana do Deficiente e adoção de áreas de lazer são projetos aprovados em Carapebus

por Tania Maria Garabini publicado 03/11/2021 11h47, última modificação 03/11/2021 11h47
Albecir é autor dos dois projetos de lei que foram aprovados por unanimidade

Dois projetos de lei do vereador Albecir Ribeiro (Tuty) foram aprovados por unanimidade. O primeiro institui a semana da pessoa portadora de deficiência física e o segundo é a adoção de áreas de lazer por empresas existentes na cidade. Ambos os projetos foram bastante elogiados pelos colegas em plenário.

Albecir justificou a necessidade da instituição da semana para que se amplie as atividades que contemplem os portadores da cidade. Ele entende que, muitos estão sofrendo exclusão tanto social, quanto profissional. A semana iria reforçar as ações já desenvolvidas pela prefeitura e também por organizações sociais, integrando os serviços e atendimento.

O vereador em sua justificativa de projeto, detalha que, a semana terá por finalidade esclarecer a comunidade quanto a realidade das pessoas com deficiência, promover a valorização e a integração dessas pessoas em todos os setores sociais; realização de campanha educativa em escolas, igrejas, centros sociais e entidades afins, visando a conscientização da cidadania quanto as problemáticas e potencialidades da pessoa com deficiência; intercâmbio de informações com a comunidade e entidades que atuam na área, convergindo as ações e criando soluções efetivas para as dificuldades desse grupo e proceder um levantamento anual das ações levadas a efeito em prol das pessoas com deficiência em todas as esferas da administração pública.

Ainda na defesa do projeto de lei, o vereador Albecir Ribeiro lembra que a deficiência não é sinônimo de ineficiência. No caso de profissionais, os desempenhos em determinadas funções pode ser igual ou até superior, bastando existir a capacitação, estimulo e as condições de trabalho adequadas. “Outra observação importante, é que a deficiência não é sinônimo de doença e, também, muitas vezes, deriva-se de uma condição que está além de qualquer prevenção em termos da saúde dos genitores e das condições socioeconômicas da família”, salientou Tuty.

Adoção de áreas de lazer

O projeto Adote uma área de lazer tem por objetivo viabilizar e promover a conservação e a manutenção de áreas de lazer, que compreendem pragas, parques infantis e quadras esportivas, por meio de termo de cooperação com empresas, entidades ou pessoas físicas. A secretaria competente ou outro órgão ou unidade que a suceder será a responsável pela edição das normas técnicas, viabilização, fiscalização e formalização dos termos.

Com sua aplicação, a ação promoverá a integração entre moradores do mesmo bairro e com a sociedade num geral; servindo como instrumento de educação e formação da cidadania; conscientizando a comunidade sobre a utilização e conservação dos bens públicos; incentivando a democracia participativa e participação da comunidade nas atividades do seu bairro e consequentemente melhorando a qualidade de vida na cidade.